23 de fevereiro de 2016

NINGUÉM ESTAVA VENDO


Alguns diziam que ele havia perdido o equilíbrio e caído. Outros, que tinha sido agredido por ladrões ao tentar reagir ao assalto. Uma ou outra versão não mudava o fato de estar morrendo. Ali, cercado por curiosos com seus importantes aparelhos de mão, tinha suas derradeiras convulsões. Uma discreta poça de sangue circundava sua cabeça. Era um homem íntegro, pai de cinco filhos, trabalhador. Sublime sabia disso e por isso não podia interferir. Ninguém pode. Os seus milhares de anos lhe deram a certeza de que há um mecanismo complexo gerindo os seres vivos. Brechas? Falhas ou como é mesmo o termo da moda? Bugs? Impossível. 
Aproximou-se do homem contorcido. Acariciou-lhe os cabelos. 
— Você é um anjo? — perguntou o homem que não sabia como podia falar. 
— Sou o que você acredita que sou.
— Promete cuidar dos meus filhos? Da minha esposa? 
— Você acredita que eu posso fazer isso?
Ele sorriu e morreu.

Acordou. Um pesadelo. Não iria ao mercado naquele dia.

Uma noite qualquer. Um orfanato. A pequena menina ruiva terminou sua oração com um amém. Outra menina, negra, aproximou-se:
— Como você conseguiu? — ela indagou à primeira.
— Ninguém estava vendo e ele acreditava que fosse possível. 
— Sublime, Sublime, se te pegam quebrando as regras! 
— Nenhuma regra foi quebrada, Bélica. Para eles não há diferença substancial entre sonho e realidade. Isso já estava assim antes da nossa chegada. Eu apenas troquei um pelo outro e o homem vive. 

18 de fevereiro de 2016

Que tal ter um diário ao contrário?


Eu já tenho o meu. A ideia dos autores é conceber um livro que te dê sugestões de atividades com o intuito de fugir da rotina. Augusto Júnior e Fagner JB escreveram um livro na mesma linha dos sucessos "Destrua este diário", "Uma página de cada vez" ou "O livro do bem", ou seja, livros interativos que permitem ao leitor muito mais do que ler. Na verdade, o conteúdo destes livros é de sua responsabilidade. 

Diário ao Contrário tem esta premissa, mas é um pouco diferente. Entendo que as atividades sugeridas possuem caráter educativo ou saudável. Isso aliado ao fator "quebra de rotina", propicia uma experiência agradável. Os autores elencam em cada página do diário uma lista de três atividades, das quais o leitor pode escolher uma e depois na mesma página contar como foi sua experiência ao realizá-la. São diversas sugestões que perpassam desde "começar a ler um livro" indo por "ouvir música dos anos 90", seguindo por "não ligar o computador" até "guardar uma nota de 2 reais". Muitas atividades legais e inusitadas são mencionadas.

Eu estou fazendo o meu e achando o máximo experimentar coisas novas. Quer fazer também? É só adquirir o livro no link a seguir e começar o seu: 


Vai que no futuro alguém ache o seu diário ao contrário e conheça um lado inusitado seu. 

Fica a dica. 



      

16 de fevereiro de 2016

A rainha das boas maneiras



Ela nunca foi notada. Polida, educada, leve como uma pluma, passou pela vida como uma brisa. Despertou sorrisos, morreu sozinha e não há uma alma que se lembre. Não tinha peso, não fazia barulho. Não falava de si e nem dava crédito aos elogios. Sempre teve calma, permaneceu em silêncio. 

Assim foi a vida da Sutileza.  

11 de fevereiro de 2016

Mais um capítulo do livro Estela é publicado no Wattpad


Enquanto o livro novo está sendo preparado pela editora Penalux, estou disponibilizando mais capítulos do meu último livro publicado. Dessa vez o capítulo oitavo foi postado no Wattpad, confira o link:


 Todos os sete capítulos anteriores podem ser lidos aqui:


Se você quiser ler os demais, pode comprar o e-book ou livro impresso no link:



Até a próxima postagem. 

2 de fevereiro de 2016

Fezesman em Fezes Lutadores

Clique na tirinha para ampliá-la