26 de dezembro de 2012

O último capítulo de “Super Poderosa” do ano

 

mercúriac

Olá, amigos! Como passaram de natal? Espero que bem; foi o meu desejo. Mudando de assunto, já está no ar o 16º capítulo de “Super Poderosa”. Este será o último do ano e acho que tem mais dois para fechar a primeira temporada, por assim dizer. Eis os links de leitura:

http://www.livroson.com/livros/69-em-producao/2111-super-poderosa

http://www.bookess.com/read/13598-super-poderosa/

Espero que gostem! Forte abraço para todos que sempre me apoiaram com a escrita.

Abraço!

24 de dezembro de 2012

Ester e o Natal




Mesmo tão jovem ela já tinha suas próprias deduções. Uma delas, a que estava na cachola naquele momento, dizia respeito a impossibilidade de uma única pessoa distribuir presentes para todas as crianças do mundo. Ester tinha certeza de que não se tratava de um Papai-noel, mas de uma raça deles.  Aquela cidade era o lugar onde viviam.
Outra certeza era a desorganização dos Papais-noéis. Não eram todas as crianças que recebiam presentes e isso era grave. Na verdade, essa questão foi responsável por sua marcha até o polo-norte para cobrar-lhes mais organização. Estava com ela Amélia, sua boneca especial.
A cidade estava toda enfeitada com luzes multicoloridas e piscantes distribuídas pelas fachadas das casas. Os postes altos tinham lâmpadas coloridas que refletiam cores na neve branca que estava no chão. Ao longe uma enorme árvore de natal podia ser avistada, cuja estrela dourada e brilhante reluzia imponente. Era para lá que seguia.
Ester não sentia frio apesar da insistência da neve. Se os olhos não vissem o que viam, ela poderia jurar que estava no verão. A caminhada de vários dias estava no fim; mais alguns passos e ela estaria próxima da gigantesca Árvore de Natal. Já podia avistar a praça circular infestada de Papais-noéis. Acelerou o passo, o que fez Amélia a correr para acompanhá-la.
Os Papais-noéis estavam reunidos, mas Ester não sabia o motivo. Olhavam para o alto da árvore fixamente e não diziam nada. Ester foi quem puxou a roupa vermelha de um deles e indagou:
—  Que fazem aqui parados como estátuas? Vim cobrar-lhes explicação!
O Papai-noel assustou-se quando observou Ester. Não era possível!
— O que você faz aqui? Não é permitida a entrada de crianças na Cidade de Natal!
Ester fitou a árvore. A estrela dourada que parecia hipnotizar todos os Papais-noéis.
— Vim, como já disse, cobrar-lhes explicação. Mas o que tem essa estrela que brilha tanto e parece hipnotizar toda gente?
— A estrela é o verdadeiro símbolo do natal.
— Verdadeiro? Mas achava que as árvores, os Papais-noéis, os presentes fossem símbolos do natal. A estrela, pensei ser apenas o adorno da árvore de natal.
— Se pensasse mesmo o que me diz, não seria eu a dizer-lhe que estava errada. A verdade, caríssima Ester é que sabes que há algo mais importante no natal. Se não o fosse não estaria aqui a cobrar-me explicação.
— Isso é mesmo.— disse Amélia que a tudo observava com atenção.
—  Então diga-me: porque não recebem presentes todas as crianças?
O Papai-noel fitou a estrela. Depois voltou-se para Ester.
— Não recebem porque as pessoas não desejam isso. Assim é com os presentes, com o alimento, moradia e dignidade. E isso não tem nada a ver como a estrela que está a ver.
Ester fitou a estrela que pareceu brilhar com mais intensidade. Todos os Papais-noéis estavam fintando-lhe. Eles não diziam nada. Então era por culpa das pessoas que as crianças não recebiam presentes de natal. Mais ainda: era por culpa das pessoas que as crianças não tinham o que comer, não tinham onde morar. Fazia sentido agora. Ester abaixou sua cabeça. Lágrimas se juntaram em seus olhos azuis esverdeados.
O Papai-noel abaixou-se e com a mão coberta por luva branca ergueu o queixo pequeno da Ester. Disse-lhe:
— Tens tua explicação, Ester. Mais que isso tem o poder para mudar tudo isso e não é por outro motivo que estamos aqui. Todos nós! A raça de papai-noel que você disse existir.
A estrela brilhou mais ainda e transformou a noite em dia. Ester disse:
— Quero que isso mude e que todos tenham um feliz natal.

 
Gostaria de desejar a todos um feliz natal! Muita paz e saúde!

Paul Law       

18 de dezembro de 2012

O Sete Coisas

 

Sete Coisas é o nome criativo do blog de Igor Tmedeiroz. O espaço é voltado para a divulgação dos novos autores e seus livros. Veja lá como é:

http://www.7hings.com.br

São muitas postagens e muitos autores. Há também parceria com editoras. O Igor é competente na divulgação e apoio aos escritores nacionais. Comigo, ele foi atencioso e fez uma postagem muito bacana, falando dos meus livros e da minha biografia. Olha só:

http://www.7hings.com.br/2012/12/autor-parceiro-paul-law.html

Até mesmo o título “Rainha” ele colocou. Este livro ainda não está devidamente finalizado, mas ele não tinha como saber e já serve como divulgação, não é? Quero deixar registrado o meu agradecimento ao blog Sete Coisas e seu idealizador.

Unidos somos todos.

Abraço!

17 de dezembro de 2012

No ar o 15º capítulo de “Super Poderosa”

 

Como é costume, toda segunda-feira os portais que disponibilizam “Super Poderosa” são atualizados com capítulo inédito. Confira nos links de leitura, por favor:

http://www.livroson.com/livros/69-em-producao/2111-super-poderosa

http://www.bookess.com/read/13598-super-poderosa/

A atualização para o próximo capítulo acontecerá no dia 36 de dezembro devido ao feriado de natal. Aproxima-se, também, o final desta “primeira temporada” do livro. Confira como ele está no Bookess:

O meu muito obrigado de sempre. Abraços!

13 de dezembro de 2012

Amazon Brazuca!

 

ester textura tecido edissa2

Você, leitor, já deve estar sabendo que a Amazon Brasil já está no ar, não é? Isso significa que a principal rede de comércio de livros eletrônicos está disponível para nós brasileiros. Títulos em português, aparelho de leitura de e-books e preço acessível são os atrativos que esperamos com essa nova possibilidade. É um passo importante dado pela nova forma de ler. Veja lá o site:

http://www.amazon.com.br/

O livro eletrônico está ganhando mercado por ser, em muitos casos, mais barato que o tradicional. Unido a possibilidade de ter uma biblioteca dentro de um aparelho de leitura, tabelt ou celular, essa nova forma de comprar e ler tem tudo para ir adiante. Nada melhor do que ter acesso ao seu livro preferido sem precisar esperá-lo chegar á livraria, à sua cidade. Tudo num toque.

Meus livros Ester e Edissa já estão na Amazon Brasil, olha só:

http://www.amazon.com.br/Ester-ebook/dp/B004OA6R4K/ref=sr_1_1?s=digital-text&ie=UTF8&qid=1355404706&sr=1-1

http://www.amazon.com.br/Edissa-ebook/dp/B00507DUFK/ref=sr_1_1?s=digital-text&ie=UTF8&qid=1355404757&sr=1-1

O legal, também, é a possibilidade de o autor independente não precisar de muita coisa para disponibilizar seus livros no meio digital. Tal qual os músicos e atores utilizam o meio digital para mostrar trabalho, pode agora o autor seguir o mesmo caminho. É a tecnologia rompendo fronteiras.

Abraço.   

10 de dezembro de 2012

14º Capítulo de “Super Poderosa”

 

Verônicac

Olá, meus amigos! Estamos com 14 capítulos do projeto “Super Poderosa”. Confiram nos links de leitura:

http://www.livroson.com/livros/69-em-producao/2111-super-poderosa

http://www.bookess.com/read/13598-super-poderosa/

As atualizações estão seguindo a frequência determinada e os capítulos curtos facilitando a leitura. O primeiro núcleo da história vai se fechar em breve e tal qual nas histórias em quadrinhos, haverá “capítulos especiais” que trarão informações importantes. Depois, começa o segundo núcleo que renovará toda a história.

Fica o meu “muito obrigado” de sempre.

Abraço.

5 de dezembro de 2012

Nossos leitores

 

Esta postagem é de agradecimento. Estou aqui para tentar narrar uma delas. Ao longo na minha curta trajetória literária pude vivenciar situações maravilhosas que não cabem em palavras, por isso a tentativa.

Fui convidado pela professora de Português Valquíria para falar com seus alunos sobre livros, leitura e escrita. O papo foi ótimo e pude presentear cinco alunos com exemplares do meu livro Ester. O mágico foi ver os olhos daquelas crianças tão fixos em quem dizia; tão atentos com quem contava os seus sonhos e suas singelas realizações. Elas também possuem sonhos e sentiram-se capazes de realizarem qualquer coisa, porque ali estava alguém que havia também realizado algo. Perguntaram muito! De tudo! Até mesmo o quanto ganho com minha profissão que não tem nada a ver com a escrita. Querem descobrir o mundo e achei isso fantástico! A energia que exalam é boa; é intensa.

Os leitores são nossos maiores bens; nosso presente. Não é para nós que escrevemos, mas para essas crianças de variados tamanhos e formas que almejam também conhecer histórias. Os professores são igualmente importantes, já que é por intermédio deles que os leitores são iniciados ou estimulados à leitura.

Eis aqui uma imagem do evento que estou relatando:

08112012475[1]       

Ah, e lembrando também de todos os leitores do Livros On! que sempre comentam nas páginas de leitura de Ester, Edissa e Super Poderosa. A estes o meu muito obrigado!

Abraços.

3 de dezembro de 2012

“Super Poderosa” chega ao 13º capítulo

 

wild-lions

Olá, caríssimos amigos leitores. Como é de costume, toda segunda-feira tem capítulo novo de “Super Poderosa”. O primeiro “ciclo” da história está prestes a se fechar. Seria como a “primeira temporada”. No fim dela, vamos descobrir alguns segredos da nossa heroína. Por enquanto vamos ao capítulo 13:

http://www.livroson.com/livros/69-em-producao/2111-super-poderosa

http://www.bookess.com/read/13598-super-poderosa/

Quero deixar registrado, mais uma vez, o agradecimento a todos que estão me acompanhando no Livros On! e no Bookess.

Vamos ao trecho do capítulo:

Meire sempre fora considerada uma mulher forte. Na academia de polícia se destacava pela resistência física e pela determinação, o que causava certa inveja em seus companheiros. Diziam que ela era um homem no corpo de mulher. Até mesmo seu psicológico sempre fora equilibrado, mas isso vinha mudando de um tempo para cá, desde que conheceu Mercúria.

Continue lendo nos links de leitura!

Abraços.

30 de novembro de 2012

O Diário do Fezesman: Educação de merda

 

[image%255B3%255D.png]

Quando estou em uma sala de aula, reparo bem nos que estão lá comigo. Nos seres humanos que estão sentados nas carteiras e sei que todos possuem histórias fantásticas para contar. O triste é saber que essas histórias nunca serão contadas porque eles não saberão contá-las.

São vidas, são pessoas, são pequenos, grandes, brancos, negros, de todos os tipos que já são fadados à merda. Não que possam escolha, não sabem o que é escolha. A culpa é do governo! A culpa é dos professores! A culpa é dos pais que não dão educação para os seus filhos! A culpa, caro humano, é sua.

Numa escola de merda nada funciona como deveria, mas parece funcionar que é uma maravilha. Notas altas, presença nas alturas e o aluno lá embaixo. O professor também segue o mesmo caminho: bônus por ensinar bem, mas obrigação de aprovar quem deveria reprovar. O bônus é fantasioso e o mestre deveria receber maunus (já não recebe?).

Sorte minha ser uma merda e não precisar frequentar a escola. Merda é sempre merda e continua na merda.

Mandaria abraço se eu tivesse braços.

Fezesman.

26 de novembro de 2012

No 12º Capítulo de “Super Poderosa”

 

superpoderosa2

No 12º capítulo de “Super Poderosa”, Mercúria será levada ao limite do seu poder de regeneração na batalha final contra Ardente. Quem vencerá? Veja lá nos links de leitura:

http://www.livroson.com/livros/69-em-producao/2111-super-poderosa

http://www.bookess.com/read/13598-super-poderosa/

Será que “Divas” morrem?

21 de novembro de 2012

O 11º Capítulo de “Super Poderosa”

 

Já está no ar o décimo primeiro capítulo de “Super Poderosa”. Confira nos links:

http://www.livroson.com/livros/69-em-producao/2111-super-poderosa

http://www.bookess.com/read/13598-super-poderosa/

Olha só como está o livro no Livros On!

 
Abraços!

14 de novembro de 2012

A gente ama, a gente sonha



 proibido sentir

“A gente ama, a gente sonha” é o título do trabalho mais recente da escritora Fabiane Ribeiro. O livro, que por enquanto é restrito à publicação digital, retrata um futuro no qual as pessoas são dividias por classes sociais e vivem em um ambiente impróprio para a sobrevivência humana. Os homens poluíram o ar e os mares. Só conseguem atingir os trinta anos de idade pessoas da classe R (Ricos) ou E (Extremamente Ricos). Os Ps (Pobres) e Ms (Miseráveis) não chegam muito longe, já que vivem ao “ar livre” respirando ar poluído e expostos ao sol escaldante. A história começa com uma cidadã M, lutando pela simples necessidade de respirar.

Zildhe está no fim da vida aos vinte e seis anos de idade. Sua única esperança é sobreviver o suficiente para ver o filho nascer no Hospital dos Embriões, o local destinado ao nascimento de todas as crianças do futuro. Nesse local trabalha Vanessa, a protagonista da história que, além de ser uma cidadã R, tem a profissão de Geradora. Ela é a responsável para monitorar e zelar pelo nascimento dos bebês. O envolvimento de Vanessa com o bebê de Zildhe vai dar rumo á toda a história.

Vanessa, Nenê para os íntimos, perdeu os pais quando nova. Vive em sua casa com seus dois irmãos, protegida por Redoma, o artifício tecnológico responsável pela proteção das pessoas do sol e pela purificação do ar. Na casa ainda se encontram os Robôs Pessoas, que são responsáveis por auxiliar as pessoas e registrar todos os momentos de suas vidas. Nenê não é como as pessoas da Cidade que Nunca Dorme, o nome do local onde reside. Ela sonha, o que é proibido pelo Maquinário, o complexo detentor do poder na sociedade que virá.

Sonhar da forma que conhecemos, no futuro, não é permitido, assim como expressar qualquer tipo de sentimento. Para suprir a necessidade de sonhar atinente ao ser humano, o Maquinário instituiu Máquinas de Sonhos, cujas programações já são pré-estabelecidas e contribuem para o plano de manter as pessoas sob controle. Isso se parece muito com as nossas TVs de hoje, não acha? Só é possível sonhar com aquilo que o Maquinário permite, mas a Máquina de Sonhos de Vanessa está com defeitos e ela é livre para sonhar o que quiser. Consequentemente poder resgatar algo há muito perdido: os sentimentos.

Uma estranha paixão pelas coisas dos “Antigos” (nossa sociedade), os sonhos livres, o bebê de Zildhe, o misterioso amor que lhe aparece nos sonhos, a criança que adora pintar telas, vão mudar a vida de Vanessa e do futuro de uma forma surpreendente, cuja mensagem nos faz refletir sobre nossas próprias atitudes e sobre a nossa sociedade. É exatamente isso que fica ao terminar a leitura de “A gente ama, a gente sonha”, a reflexão sobre o mundo, sobre as pessoas e os sentimentos. O que é mesmo importante?

Um livro rápido, intenso e de mensagem relevante, como já parece ser característico da autora. A exploração dos sentimentos em suas mais variadas formas em conjunto com o mistério tornam a leitura agradável e fruída. Confesso que fiquei surpreso com a revelação do verdadeiro amor de Nenê que acontece no final do livro. Eu não fazia ideia e isso me deixou satisfeito. Fabiane nos surpreende e como é bom ser surpreendido.

Fica a resenha e a dica.

Para clicar:

Peça o seu e-book:

Conhecer os livros da autora:

Facebook:






12 de novembro de 2012

10 capítulos de “Super Poderosa”

 

capasalvadores

Já está no ar o décimo capítulo do livro ou série literária denominada “Super Poderosa”. Com isso, já temos dez capítulos na íntegra disponíveis nos sites que apoiam o projeto. Eis os links de leitura:

http://www.livroson.com/livros/69-em-producao/2111-super-poderosa

http://www.bookess.com/read/13598-super-poderosa/

Eis uma prévia do capítulo:

Verônica dirige a velha caminhonete de Clarice até o mercado, odeia fazer compras. O carro funciona bem, foi útil tê-lo recebido junto com todos os outros bens da falecida. Ela estaciona, retira suas sacolas de pano e dirige-se à entrada do grande mercado. Tudo está tranquilo naquela tarde. Nos corredores encontra a advogada Valéria. Durante aquela semana haviam se visto todos os dias, já que Valéria passou no Sebo para comprar seu jornal todas as manhãs.

— Como vai? — cumprimenta a advogada.

— Bem. Só vir fazer compras que não me agrada, mas fazer o que...

— Eu gosto. — a advogada sorri.

Verônica retribui o sorriso.

— Acompanhe-me e lhe mostrarei como pode ser gostoso realizar compras.

Verônica e Valéria andam juntas pelos corredores conversando assuntos rotineiros durante o período de compras. Dirigem-se ao corredor de congelados e a advogada acha incrível como se sente bem ao lado da jovem vendedora de revistas.

O carrinho de Verônica está cheio, o que causa curiosidade em Valéria:

— Disse-me que mora sozinha, não é muita coisa para uma pessoa?

Continue lendo nos links indicados anteriormente.

Abraço e obrigado.

8 de novembro de 2012

“O Silicone” está na Luzeiro

 

 

No final do ano passado, quando estava em uma praça conhecida aqui da minha cidade desfrutando dos eventos natalinos, conheci uma artista incrível. Chamou-me atenção seus cordéis coloridos, seu livro e sua pessoa atrás de uma mesinha num cantinho dessa praça.

Depois veio a surpresa. Ela e algumas crianças deram um show naquela noite ao declamarem em praça pública o cordel “O Silicone”. Aquilo foi mágico e agradeço por ter estado ali e vivenciado o espetáculo. Claro que levei o livro dela para casa e desde então mantemos amizade. Estou falando de Fátima Fílon e do seu cordel “O Silicone”, agora lançado pela Editora Luzeiro (para saber o que é um cordel, clique aqui).

Cordelista, poetiza, membro da Academia Guaçuana de Letras e pessoa que dá nome à biblioteca, Fátima Fílon galga mais um degrau importante na literatura. Publica seu cordel por uma editora de renome e especialista neste tipo de literatura. Olha só o link do livro:

http://www.magazinegibi.com.br/produto-4661-literatura_de_cordel_o_silicone_

Eu não vejo a hora de encontrá-la para pegar o meu autografado e você?

Parabéns à Fátima Fílon por essa vitória. Fica registrado o nosso desejo de sucesso e de mais cordéis.

Abraço.

5 de novembro de 2012

“Super Poderosa” já está com nove capítulos

 

Verônica

Desenho de Verônica

Todo mundo sabe que uma das características do projeto “Super Poderosa” é a adoção de capítulos curtos. Aliada a postagem frequente o recurso tem a finalidade de fornecer ao leitor a chance de conhecer os capítulos novos sem perder muito tempo. Mesmo assim, já estamos com nove capítulos, dê uma olhada lá:

http://www.livroson.com/livros/69-em-producao/2111-super-poderosa

http://www.bookess.com/read/13598-super-poderosa/

Nunca é muito agradecer aos amigos leitores que sempre me prestigiam com visitas.

Forte abraço!

29 de outubro de 2012

Oitavo capítulo de “Super Poderosa” já está no ar!

 

Já está no ar o capítulo oito do livro “Super Poderosa” de minha autoria. Segue os links de leitura como de costume:

http://www.livroson.com/livros/69-em-producao/2111-super-poderosa

http://www.bookess.com/read/13598-super-poderosa/

Para os amigos do blog, vou deixar na postagem como o livro está atualmente:

Espero que gostem!

Abraço.

22 de outubro de 2012

No ar o capítulo 7 de Super Poderosa

 

cartãoblog

 

Olá, meu amigos! Desde cedo está disponível para leitura o sétimo capítulo de “Super Poderosa”, o meu projeto recente. Vejam lá os links de leitura:

http://www.livroson.com/livros/69-em-producao/2111-super-poderosa

http://www.bookess.com/profile/paul_law/

Neste capítulo ficamos sabendo da identidade da heroína Mercúria e sua peculiar relação com a advogada que a odeia tanto. Ainda podemos observar o amadurecimento da amizade de Mercúria e Marcelo.

Forte abraço a todos! Semana que vem tem mais!

18 de outubro de 2012

De Volta à Pangeia de Sidnei Salazar



Tudo que precisamos está em nós

“De Volta á Pangeia” é o titulo do livro do autor Sidnei Salazar que narra as aventuras do autor/personagem no centro da Terra. Isso mesmo, acidentalmente em uma expedição turística no estado de Goiás, precisamente na cidade de São Domingos ele acaba adentrando em uma caverna misteriosa que é, na verdade, uma passagem há muito desativada para a civilização no cento do Planeta. Acolhido pelo povo da Hueya, este é o nome do continente único que se encontra no interior da Terra, o autor/personagem inicia o seu aprendizado sobre aquele novo mundo. 

É apresentado ao leitor um mundo aparentemente mais desenvolvido que o nosso. Esse desenvolvimento não tem a ver com tecnologia, como pensamos num primeiro momento, mas sim com a consciência. Os humanos de dentro da Terra possuem avançado entendimento sobre o que significam como seres e sobre Deus. O autor despende muitas páginas para explicar como os hueycos entendem a questão da divindade e de como se relacionam com ela. Conceitos que, para este leigo, possuem ligação com culturas orientais, nos apresentam Deus como energia criadora e modificadora de todas as coisas do mundo. 

Para a civilização huéyca é através da introspecção que cada ser humano vai compreender que é uma fração da energia de Deus e que deve ser harmonizar com todos os outros fragmentos da divindade. Estes, por conseguinte, essencialmente, estão em todas as coisas. A Teonidade é Deus; é o todo que está dividido e em constante movimento. O autor faz menção a estudos científicos e filosóficos para tecer suas conclusões sobre o assunto. Essa perspectiva que Salazar nos propõe é denominada de “Consciosofia”, cujas bases se resumem ao fato de a verdadeira essência do ser é compreender por si mesmo e através de si o seu real significado, assim como o do outro. 

A editora Livrus fez um ótimo trabalho visual no presente caso. Com uma capa sugestiva, acabamento de primeira e orelhas marcadoras de texto eficientes. Há o detalhe da numeração dos exemplares, o que pode dar ao leitor uma dimensão de quantos livros existe e de quantos já foram comercializados antes do dele. De bom tamanho, de letras grandes e de papel de qualidade, o livro é bonito. 

Uma narrativa madura e detalhada está presente em “De Volta á Pangeia”, complementada por imagens, mapas e fotografias relacionadas à história. Tudo pode ser verdade. O leitor pode chegar ao final do livro e se indagar “por que não?”.

Fica a resenha e a dica!

Para clicar:

Adquirir o livro:

Conhecer o autor:
https://www.facebook.com/sidnei.salazar?ref=ts&fref=tshttps://www.facebook.com/sidnei.salazar?ref=ts&fref=ts

15 de outubro de 2012

Sexto capítulo de “Super Poderosa”

 

mercúriac

Olá, amigos! Passando para informar que o sexto capítulo de “Super Poderosa” já está on line. Os links de leitura continuam os mesmos:

http://www.livroson.com/livros/69-em-producao/2111-super-poderosa

http://www.bookess.com/read/13598-super-poderosa/

Vou deixar um pedacinho do capítulo por aqui.

Mercúria avança veloz pelo bairro nobre da cidade. Visa o apartamento do repórter Marcelo Siqueira. Tem assuntos importantes para tratar com ele. Antes que o porteiro se dê conta, entra seguida do vento e sobe as escadas até o vigésimo andar. Toca a porta por várias vezes e quando o repórter abre, entra rapidamente:

— Que história é essa de contar sobre meus poderes e o meu nome?

Ele deixa cair a caixinha de yakisoba que jantava.

— Só estava fazendo meu trabalho — argumenta. — Quer jantar? Você come né?

— Viu o que aconteceu na noite passada, as pessoas que aquela maluca de martelo matou. Ela virá atrás de você!

— Fique tranquila, eu sei me cuidar. Vou pegar uma caixinha pra você. Moro sozinho e só como essas coisas que entregam.

— Eu não vou estar por perto o tempo todo, Marcelo. — ela aponta para o repórter.

— Me chamou pelo nome! Estamos progredindo.

Mercúria suspira:

— Não adianta falar com você, não é?

Ele se levanta para buscar o yakisoba, mas quando volta não há ninguém na sala.

Mercúria tem receio de ir à delegacia e colocar a vida de Meire em risco. Ela sabe que a qualquer momento pode ser atacada novamente por Ardente. Por falar na vilã, tinha dúvidas que precisam ser esclarecidas por ela, afinal era a primeira que encontrou com poderes sobre-humanos.

O que lhe resta é patrulhar a cidade e fazer o seu trabalho. Na periferia ela se depara com crianças dormindo em um galpão abandonado, era a primeira vez que as via. São treze, ela conta. Todas abandonadas pelos órgãos públicos, pessoas e mídia. Pela primeira vez não sabe como agir, era diferente o tipo de mal a ser combatido. Na avenida acima, carros luxuosos passam velozes sinalizando que a vida transcorre sem que a presença dessas crianças seja considerada. Ela permanece estática e o vento da noite toca-lhe o rosto. As crianças ao notarem a presença da heroína deixam o galpão e suas camas de papelão para avançarem:

Continue lendo nos links indicados…

Um abraço!

11 de outubro de 2012

Cem Toques de criatividade



Atualmente existe uma espécie de conto curto, cujas características principais são a objetividade e o impacto. A este segmento literário está sendo atribuído o nome de Nanoconto.  A vertente é nova e ainda não se estabeleceu um conceito para a coisa. Há aqueles que chamam de micronarrativa e aqueles que chamam de microconto. Ainda há aqueles que possuem definições diferentes para os três nomes apresentados. O que importa é que este segmento literário tem ganhado bastante espaço entre os leitores, já que coaduna com as tendências contemporâneas dos leitores.

Explico: o leitor atual, não generalizando, tende a querer textos objetivos e simples. Ele não tem tempo para decifrar o que o autor quis dizer aqui ou acolá. Influenciado pelas frases curtas de pássaros azuis, ele se sente em casa quando lê um texto impactante e rápido. Talvez nem se dê conta disso, mas tem acontecido…

Não é ruim; é diferente. Por isso é interessante! Dentro dessa nova perspectiva, encontramos o autor Edsson Rossatto e seus “Cem Toques Cravados”. O autor é referência neste novo tipo de literatura e com muita criatividade expões seus nanocontos no site que passo a indicar:

http://www.cemtoquescravados.com/

Vou transcrever um, para o leitor tenha dimensão do que se trata:
“Beijou a esposa apaixonadamente. Depois de algum deslize, o seu amor era intensificado pela culpa...” (Edson Rossatto)
O legal é que todos os nanocontos do autor possuem exatos cem toques, contados espaços e letras. Tem até vídeo no youtube no qual um nanoconto é transforado em nanofilme. Vejam:


Acho fantástico o poder criativo de alguém que consegue fazer arte com poucas palavras. O dizer muito com pouco é uma dádiva. Fiquem de olho no Edsson Rossatto e nos nancontos, rapaziada.

Fica a dica e o abraço.

8 de outubro de 2012

Já estamos no capítulo 5 de “Super Poderosa”

 

superpoderosa2

É isso mesmo! Já está no ar o quinto capítulo de Super Poderosa. Na segunda-feira próxima está programado o sexto. Eis os links de leitura:

http://www.livroson.com/livros/69-em-producao/2111-super-poderosa

http://www.bookess.com/read/13598-super-poderosa/

Vou deixar um pedacinho do capítulo para vocês:

Marcelo segura o corpo pesado de Mercúria, ele não sabe o que fazer. Ardente se aproxima para terminar o seu trabalho, imagina o jovem. Para a surpresa do repórter Mercúria desperta:

— Não é a mim que você quer? — ela diz com a voz fraca.

Marcelo repara que o ferimento nas costas da heroína já não se regenera. Imagina que ela está no limite das suas forças.

— Eu vou dar um jeito nisso! — Mercúria diz ao se afastar do repórter.

Avança em supervelocidade contra Ardente, agarrando-a pela cintura e empurrando-a para longe.

Atravessa a cidade, o estado, o país, utilizando a inimiga como escudo para atravessar paredes e árvores. Quando para, Ardente está inconsciente.

Ela treme. As pernas não suportam o peso do corpo. Os joelhos se dobram, os músculos estão no limite. Mercúria sabe que precisa de tempo para voltar. Ela está ofegante, o cérebro continua pensando rápido. Quem é Ardente? Por que deu a entender que pertencem a mesma família? Quem é ela própria?

Continue a leitura nos links indicados!

Um forte abraço!

5 de outubro de 2012

Vote no livro “Entre Quatro Vaginas”

Olá, caríssimos amigos! Vocês se lembram que certa vez comentei sobre o livro “Entre Quatro Vaginas” do autor Leandro Francisco de Paula? (Essa postagem pode ser lida aqui.)  Pois então, o livro está no Clube dos Autores para quem quiser levá-lo para casa:

http://www.clubedeautores.com.br/book/38630--Entre_Quatro_Vaginas

Mas a novidade não é essa, mas sim que “Entre Quatro Vaginas” está concorrendo no 3º Prêmio de Literatura Contemporânea do Clube dos Autores. Eis o link para darmos uma força para o talentoso autor:

http://premio.clubedeautores.com.br/web/site_premio/votar.php?id=38630

Não é novidade que o Leandro tem tudo para levar esse prêmio. Sua obra instigante e seu modo irreverente de narrar são marcas de um autor maduro e consciente do que faz. Eu já votei nele!

Só lembrando que o autor disponibiliza de forma gratuita o seu livro para leitura no portal Livros On!. Veja lá:

http://www.livroson.com/livros/completos/441-entre-quatro-vaginas

Sucesso para ele!

Abraços. 

3 de outubro de 2012

“Estrela”

 

A talentosa Camila Araújo realizou um trabalho magnífico nas capas de Ester, Edissa e Estela. Com a ajuda dela e do amigo Fagner JB os livros possuem um visual impecável:

Vejam as capas:

ester textura tecido  edissa2 estela textura tecido

O interior dos livros:

P0203120028         P0203120015

A ideia é fazer um box especial com os três livros quando Estela estiver concluído. A isso tudo estou dando o nome de “Estrela”.

Abraço.  

1 de outubro de 2012

Super Poderosa já tem capítulo 4

 

Já está no ar o quarto capítulo do livro “Super Poderosa”. Os amigos leitores estão apoiando o projeto e deixando o autor muito contente. Aqui estão os links de leitura:

No Livros On!: http://www.livroson.com/livros/69-em-producao/2111-super-poderosa

No Bookess: http://www.bookess.com/read/13598-super-poderosa/

Olha só como está:

 

É isso! Um abraço, amigos. obrigado!

27 de setembro de 2012

Livros On! amadurecido

 

Livros On, logo

Faz alguns anos que o portal de leitura on line Livros On! está no ar, mas só agora ele parece ganhar forma própria. Em outras palavras, uma identidade verdadeira e só dele. O site que começou expondo obras apenas dos seus idealizadores e que depois abarcou livros de autores famosos, agora parece ter achado o seu lugar.

Que lugar? O leitor me pergunta. Simples, o de fornecer leitura consciente aos seus utilizadores. O site não hospeda mais livros famosos completos. Agora ele expõe apenas os primeiros capítulos dessas obras e incentiva o usuário a adquirir a obra completa.

O Livros On! também disponibiliza livros completos para a leitura que já estão em domínio público, o que garante ao usuário leitura de primeira. Mas a parte mais legal vem agora: o site tem espaço para os novos autores que querem divulgar suas obras completas ou que estão escrevendo. É uma porta importante para quem está buscando interagir com leitores ou até mesmo ganhar novos.

Alguns amigos estão por lá com suas obras, como Vinicius Littig, Leandro de Paula, Kamila Zoldyek eDouglas Turolli Eu também estou com eles:

http://www.livroson.com/autores/sul-americanos/userprofile/paullaw

Que tal dar uma passada por lá?

Fica a dica e o abraço.

24 de setembro de 2012

Já saiu o capítulo 3 de “Super Poderosa”

 

MercúriaN

Já está on line o capítulo 3 do livro “Super Poderosa”. Confira os links de leitura:

http://www.livroson.com/livros/69-em-producao/2111-super-poderosa

http://www.bookess.com/read/13598-super-poderosa/

Gostaria de agradecer a todos os amigos que estão me incentivando com palavras ou com divulgação.

 

Eis o trecho inicial do capítulo:

É tarde da noite, a delegacia está vazia, tem se tornado rotina para Meire alongar o expediente. Os policias de plantão estão nas ruas e sua desculpa para estar ali é o trabalho atrasado. Na verdade, o que ela espera é a chegada da super-heroína. O vendaval anuncia Mercúria:

— Tem uma maluca que quer ferrar com você — Meire não tira os olhos do computador — Ela não pode não é? Você não é humana, é?

Mercúria aproxima-se com velocidade. Os papéis de Meire se espalharam.

— Você não sabe andar?

A heroína responde:

— Eu andei.

— Levantei para você alguns dados dela — Meire recolhe as folhas que tinham se espalhado com o vendaval — Dra. Valéria Albuquerque, advogada conhecida na cidade. Ficou uns anos sem dar as caras, mas voltou a atuar recentemente.

Quando Mercúria observa a foto em um documento, lágrimas ajuntam em seus olhos. Ela procura afastá-la antes que Meire perceba:

— Ela entrou na justiça contra você, dá pra acreditar? Pleiteia a reparação dos danos patrimoniais que você tem causado na captura de bandidos. Acho que precisa conversar com ela, mostrar que tem boas intenções, sei lá.

Continue lendo nos links indicados.

Abraços!

20 de setembro de 2012

“Livros… Onde tudo começou” de Fátima Fílon


O título da postagem é também o do recente trabalho da talentosa Fátima Fílon. Trata-se de um cordel (para saber o que é cordel, clique aqui) que retrata a própria vida da autora. Misto de realidade com fantasia (será?), dotado de impressionante harmonia “Livros… Onde tudo começou” não é apenas um cordel biográfico. É magia que relata o cotidiano do menino/menina da roça. O nosso orgulho caipira.

O interessante é que o cordel tem participação especial. A capa, que retrata a própria Fátima Fílon lecionando para adultos, foi desenhada pela nossa criança guaçuana Otávio Augusto Marques de 10 anos de idade. Ela é perfeita, diga-se de passagem. No final da obra há a participação especial do Bruno Silveira Aleixo, outra criança que já pegou gosto pela coisa de escrever. Ele faz um poema homenageando a autora. As participações são de dar inveja a qualquer escritor.
Eis um fragmento do livro:
Onde há fumaça, há fogo!
Pense bem caro leitor,
Onde encontrar esperança?
Só nos livros, sim senhor!
Assim prossigo contando
Essa história de valor…

Ficou com vontade de conhecer? Entre em contato com a Fátima Fílon:

Matéria sobre o lançamento:

Fica a resenha e a dica!

Abraço.

18 de setembro de 2012

O diário do Fezesman: Uma mente de merda

 

[image%255B3%255D.png]

Basta uma mente de merda para que a cagada seja coletiva. É como aquela história do sujeito que, sem ter onde fazer suas necessidades já que o banheiro se encontra em obras, acaba tendo a brilhante ideia de fazer na meia do sapato. Depois de tudo feito, dá nó e fica girando a meia, dizendo para si mesmo: “onde vou jogar isso?” Só que a meia está furada e o excremento se espalha pelas paredes. Ele contrata logo alguém para limpar e oferece uma boa quantia. A pessoa contratada olha o estrago e deixa a dela: “pago o dobro pra saber como é que você conseguiu cagar assim.”

Pois é a mesma coisa que acontece com os humanos. Um tem uma ideia de bosta e a expõe sem dar chance ao contraditório. Está nos olhos do que escutam que não querem pensar; não querem se esforçar. O defensor da ideia parece ser legal; fala bem; a ideia está pronta. Então a ideia de merda de um vira ideia de merda de todos. As consequências, os prejuízos, o que tenho, o que deixo de ter? Ninguém sabe. Depois, para limpar vai se preciso uma boa quantia e há o risco de receber a proposta do dobro.

Fezesman.

17 de setembro de 2012

Capítulo 2 de Super Poderosa

 

model sheet mercúria

Model sheet de criação da personagem Mercúria

Já está disponível para leitura nos dois portais parceiros (Livros On! e Bookess) o segundo capítulo do meu livro “Super Poderosa”. O projeto tem por finalidade apresentar uma história dividia em capítulos que serão postados semanalmente. Eis o início do capítulo em questão:

Nove horas da manhã o celular de Meire Teixeira, a delegada titular do 1° distrito de Santa Paz, toca. É cedo, ela teve uma noite terrível.

— Alô? — tenta não falar como alguém que acaba de acordar.

— Temos um problema aqui na delegacia, Dra. Meire. Uma advogada exige falar com a senhora.

— Tá — Meire se levanta — Eu já vou.

Advogados sempre exigem tudo. Acham-se mais gostosos do que os outros, pensa Meire enquanto banha-se. Costuma chegar á delegacia onze horas, tudo está tranquilo ultimamente.

Sua família reside na capital e ela por conta da nomeação veio à Santa Paz. Formara-se em Direito há dois anos, é jovem, bonita, não tem intenção de se casar.

Quando estaciona o seu carro de luxo atrás do prédio antigo do 1º Distrito Policial, faz o sinal da cruz. É costume de família, antes de iniciar o trabalho pedir proteção.

Continue lendo nos link:

http://www.livroson.com/livros/69-em-producao/2111-super-poderosa

http://www.bookess.com/read/13598-super-poderosa/

Abraço!

14 de setembro de 2012

Um pouco sobre “De volta à Pangeia”



O autor Sidnei Salazar aderiu a um modo interessante de interagir com seus leitores. Como fez na oportunidade do lançamento de “De volta à Pangeia”, quando convidou em vídeo os leitores para o lançamento, (a postagem e o vídeo podem ser vistos aqui) agora ele fala um pouco sobre a criação e enredo do livro. Eis o novo vídeo:



Legal não? Ah, só lembrando que o autor está convidando todo mundo para a Noite de Autógrafo que realizará em São Paulo capital. Aqui estão os dados do evento:

 
É hoje! Eu estou lendo o livro e posso garantir que vale a pena. Um abraço a todos! 

12 de setembro de 2012

Mensagens de Inês de Castro

 

Pedro e Inês se amam há séculos 

A famosa história da Rainha Morta é recontada por diversos escritores ao longo dos séculos e não é difícil imaginar o motivo. A história é bonita mesmo. Trata-se de de amor que tem como protagonista um príncipe e uma plebeia; um infante e uma dama de honra, enfim, um amor impossível de vingar dada a diferença social dos envolvidos. Lá no século XVI era inadmissível que um futuro rei se casasse com alguém simples. Nem era o desejo de Inês ter Pedro para si, consciente do seu papel na sociedade. Pedro que já sentia algo pela dama de companhia da mulher que lhe fora designada para esposa também tinha essa consciência. Ambos sabiam que o que sentiam deveria morrer.

Acontece que a morte não foi do sentimento, mas da esposa de Pedro, D. Constança, quando concebeu o herdeiro Fernando. Livre do matrimônio Pedro não tardou a assumir Inês como esposa. Entretanto, manteve-a longe dos olhos do Rei D. Afonso IV, seu pai. Com o passar dos anos, sentindo que as coisas estavam mais calmas, o infante traz Inês e seus filhos para viver em Coimbra, aos olhos de todos. o Rei Afonso IV não gostou da atitude do filho e auxiliado por três conselheiros tramaram a morte de Inês de Castro. Tudo ficou certo para o dia em que Pedro se ausentasse de Coimbra. Então, na manhã de 7 de janeiro de 1355, aproveitando-se da saída de D. Pedro para caçar, o Rei prende Inês de Castro e manda decapitá-la.

D. Pedro nunca mais foi o mesmo depois da perda do seu grande amor. Declarou guerra ao Pai, depois fez às pazes a pedido da mãe ao preço do adiantamento de alguns poderes reais. Quando tornou-se Rei, fez o que tornou-lhe inesquecível: caçou os conselheiros do pai e mandou executá-los. Apenas um conseguiu fugir. D. Pedro assistiu as duas outras execuções, satisfeito, vingado. O Rei ainda informou que tinha se casado com D. Inês de Castro secretamente e que, portanto, a esposa tinha de receber o título de Rainha. Mandou desenterrá-la e diz a lenda e alguns autores que D. Pedro a colocou no trono e realizou a cerimônia de coroação como se Inês estivesse viva. Mandou, inclusive que os presentes beijassem a mão decomposta da Rainha Morta.

Mas isso é lenda (ou não). A verdade é que D. Pedro I assumiu Inês como esposa e Rainha. Deu-lhe honras de funeral real e transportou o seu corpo para o recanto destinado aos reis e rainhas de Portugal. O próprio rei não tardou a fazer companhia a amada, no sepulcro que mandou construir especialmente para eles. As estátuas estão lá, uma de frente para a outra para quando o dia do Juízo Final chegar, Pedro e Inês se vejam novamente.

O livro “Mensagens de Inês de Castro” é um livro espírita que apresenta as cartas escritas no Além pela protagonista Inês ao amado Pedro, agora reencarnado aqui no Brasil. O médium Chico Xavier foi quem psicografou as mensagens, mas o livro foi organizado e escrito em sua maioria pelo autor Caio Ramacciotti. Fez o trabalho a pedido do próprio Chico. Um trabalho eficiente, diga-se. Não só do ponto de vista literário, mas histórico, afinal todos os dados apresentados no livro do ponto de vista históricos são fundamentados em muita pesquisa.

A fusão do mito com o real fascina. As cartas de Inês unidas aos dados trazidos pelo autor formam uma história de amor que atravessa eras e que parece fadada a prevalecer. Segundo o autor, esta é a primeira vida de Pedro sem Inês, já que em todas as outras existências sempre estiveram juntos. Acredite o leitou ou não no Espiritismo, “Mensagens de Inês de Castro” é um ótimo livro. Há uma história que se não fosse real, daria um perfeito romance. Dá, na verdade. Sem contar que a editora GEEM não tem fins lucrativos e todos os Direitos Autorais de suas obras são revertidos para a caridade. Fica a resenha e a dica!

Abraço.

10 de setembro de 2012

Começa Super Poderosa hoje!

 

superpoderosacapa

Oficialmente, como anunciado, inicia hoje o livro, a série, a história, os desenhos enfim, o projeto Super Poderosa que tem por objetivo apresentar aos leitores uma história nova em vários aspectos. Como anunciado eis os links dos dois portais que disponibilizaram o primeiro capítulo de Super Poderosa nesse dia 10/09/2012:

Livros On!: http://www.livroson.com/livros/69-em-producao/2111-super-poderosa

Bookess: http://www.bookess.com/read/13598-super-poderosa/

O segundo capítulo está programado para a próxima segunda-feira, dia 17/09/2012 e espero que possam acompanhar e participar. Como informado antes, o leitor poderão participar efetivamente da história em momento oportuno, criando sua Super Poderosa.

Eis a sinopse de Super Poderosa:

Alguém ou alguma coisa está agindo em Santa Paz contra os bandidos, fazendo com que várias teorias sobre o assunto sejam levantadas. A imprensa liderada pelo repórter investigativo Marcelo Siqueira está no encalço da coisa e a um passo de descobrir a verdade. A delegada Meire, a única que sabe quem está agindo contra o crime em sua cidade, ainda custa a acreditar. Estaria louca, afinal deixara de acreditar em super-heróis quando ainda era criança. Os mistérios que envolvem essa super criatura e sua real intenção não só povoavam os pensamentos da delegada como de todos da cidade, inclusive dos leitores dessa história baseada em Hqs.

E o início do Capítulo I:

— A polícia ainda não tem explicações plausíveis para dar á população sobre a recente onda de captura de bandidos. Comerciantes locais relatam que uma pessoa, alguma coisa com velocidade sobre-humana tem agido contra criminosos. Francisco Plínio de Arruda, funcionário da pizzaria Central relata sobre a ocorrência da noite anterior: “Os bandidos estavam prestes a levar o dinheiro do caixa quando um vendaval entrou pela porta da frente! Foi incrível!” Indagado se conseguiu identificar alguma coisa, respondeu que não.

O jornal é jogado sobre a mesa.

— Fiz questão de guardar para você. Li esse trecho da reportagem porque é o mais interessante, já que o jornal todo está repleto de reportagens desse tipo. Tem até uma matéria na qual os cidadãos opinam sobre o que você é, dá para acreditar? Você gosta disso não é? — Meire acende o cigarro.

Encostada na porta do gabinete da delegada está a protagonista da reportagem. Trata-se de uma jovem de cabelos claros, olhos grandes, verdes. Os lábios finos, o busto médio e as pernas esguias. A barriga à mostra irrita a delegada Meire. O corpo atlético da super-heroína é impressionante. Super-heroína, dá para acreditar? Meire ainda custa.

— Gosto — responde ela, a voz é de gente.

Continue lendo aqui.

3 de setembro de 2012

O projeto “Super Poderosa”


Hoje vou revelar o projeto literário que estou desenvolvendo atualmente. Trata-se de uma história ambientada em um mundo fictício cuja referência é o mundo das histórias em quadrinhos. O nome da história que começou sendo “Salvadores”, depois “Mercúria”, é “Super Poderosa”. Acho este título mais impactante e mais  correto para a obra. 

superpoderosacapa copy
Eis a  1ª capa do livro

A história narra as aventuras de uma super-heroína que está descobrindo a origem dos seus poderes ao mesmo tempo que tenta ajudar as pessoas de sua cidade. A princípio ela age em segredo e auxiliada por Meire, a delegada da cidade. As coisas começam a mudar após ser descoberta por Marcelo Siqueira, repórter determinado do Jornal Cidade. A revelação a força assumir uma identidade paralela. Em meio as mudanças ocasionadas pela descoberta de sua existência, a heroína também se depara com outra criatura Super Poderosa que parece saber sobre ela, sobre a origem dos superpoderes e mais segredos.

A narrativa é experimental, ou seja, é colocada de um modo novo, que tem como característica a narração no tempo presente, acrescida de velocidade típica das histórias em quadrinhos. O leitor vai notar várias referências ao mundo das Hqs, mas o autor procurou adequá-las ao ambiente literário e manter certa originalidade. 


superpoderosa2 2ª capa que serve como folha de rosto

A publicação vai acontecer de forma seriada. Um capítulo por semana será disponibilizado para leitura, tendo o início programado para segunda-feira que vem  (10/09). O livro ficará disponível para leitura em duas plataformas distintas, o Livros On! e o Bookess. Parte dos capítulos será postada aqui no blog, assim como o link para continuação de leitura. Há a possibilidade de o leitor interagir com a história, o que será esclarecido em outra oportunidade. A ideia é que se abra oportunidade para criação de alguma “Super Poderosa” para ser integrada à história.

Bem é isso. Espero que apreciem a leitura.

Até segunda!